Convertendo máquinas físicas ou virtuais para Proxmox com Clonezilla

Começando a falar sobre minhas experiências em TI, quero compartilhar como venho fazendo conversão de máquinas físicas e virtuais usando o Clonezilla.

Basicamente ele é um sistema de clonagem de disco similar ao True Image, Norton Ghost e suporta vários tipos de sistema de arquivos. Não vou entrar em detalhes do Clonezilla pois não é o objetivo desse post.

O processo de conversão consiste em transferir os dados do disco da maquina de origem, seja física ou virtual (Hyper-V, Zen, VMware ESXi) para uma VM previamente já criada no Proxmox. O Clonezilla irá ler as partições e sistemas de arquivos do disco da maquina de origem e replicar tudo no disco da VM destino.

Neste artigo vou utilizar o Windows Server 2012 R2.

Então vamos ao que interessa:

Primeiro passo é baixar a imagem ISO do Clonezilla LiveCD do e também a ISO de drivers Windows VirtIO para KVM;

Enviar as imagens ISO para o repositório do Proxmox;

Criar a VM de destino;

  • especificar o nome, tipo de sistema operacional; (tive problema com boot do Clonezilla com o OS Windows. Caso tenha, mude para Linux, faça a conversão e depois volte para Windows)
  •  selecionar a imagem ISO do Clonezilla para ser inicializado no boot;
  • tipo de disco IDE (para Windows em meus testes só consegui êxito usando tipo de disco IDE para a primeira inicialização, e após isso é feita instalação dos drivers necessários para que possamos usar o VirtIO SCSI. Para Linux os drivers já estão no kernel, estão o tipo SCSI é o recomendado.;
  • os disco deve ser do mesmo tamanho ou maior que a origem;

A configuração de hardware da VM ficou dessa forma:

 

Iniciar a maquina de origem com o Clonezilla:

Selecionar opção de inicialização:

Seleção de idioma:

Iniciar o Clonezilla:

Selecionar o tipo de clonagem, no nosso caso será de dispositivo para dispositivo:

Selecionar modo iniciante:

Selecionar o tipo de destino, estamos enviando para um disco remoto:

Opção de rede a ser utilizada, no meu caso foi DHCP, mas pode ser informado um IP estático se necessário:

Seleção do disco a ser clonado, no caso há apenas um, caso tenha mais discos o processo deve ser feito novamente:

Os parâmetros avançados devem ficar o padrão:

Nessa etapa é iniciado um servidor e ele fica esperando uma conexão:

Aqui finaliza a configuração da maquina de origem.

Na maquina virtual de destino, iniciamos com o Clonezilla e seguimos os passos seguintes:

As primeiras telas são as mesmas do processo de origem, idioma, etc.

Agora iniciamos via Shell:

Executar o comando abaixo para iniciar uma sessão com usuário “root”:

sudo su –

Agora a rede precisa ser configurada, então executamos o comando:

ocs-live-netcfg

e a opção DHCP da mesma forma que na maquina de origem.

Próximo passo é faz a conexão com o “servidor” que está rodando na maquina de origem com o comando:

ocs-onthefly -s 192.168.50.145 -t sda

O IP utilizado é o que está configurado na origem e o disco “sda” é o destino local.

Se a conexão ocorrer com sucesso a tela a seguir deverá mostrar o progresso da copia dos dados:

Aqui nosso processo está finalizado:

 

É necessário fazer alteração da ISO da VM de destino para disco de drivers “vitio-win-0.1.126.iso” para fazermos a instalação dos drivers que permitirá a troca da interface IDE para SCSI.

Agora devemos adicionar um disco virtual do tipo SCSI para que possamos instalar o driver correspondente. Uso um disco de 1GB pois ele será removido logo em seguida:

Com a VM de destino iniciada informamos o driver VirtIO SCSI para o Windows:

Após a instalação do driver, desligamos a VM, e removemos o disco de 1GB de forma permanente.

O disco principal deve ser removido para que ele fique em modo “Unused”, assim podemos editar o tipo de dispositivo para SCSI:

Uma questão importante é alterar a sequência de boot, pois na versão 4.4 do Proxmox ele não altera automaticamente quando trocamos o tipo de disco:

 

Pronto, VM convetida e com o tipo de disco VirtIO SCSI que usa paravirtualização, o que garante um melhor desempenho.

Espero que posso ser útil!

Aguardo comentários ou sugestões, obrigado.

Tomas Waldow
Tomas Waldow
Consultor de TI